Saúde Coletiva e Interdisciplinaridade

Uma Reflexão Sobre a Formação do Sanitarista em Município Brasileiro Trifronteiriço

Autores

  • Roberth Steven Gutiérrez Murillo

DOI:

https://doi.org/10.32915/pleiade.v14i30.662

Resumo

Acontecimentos sociossanitários têm provocado importantes mudanças na estrutura social do Brasil. Por parecido, a Reforma Sanitária é apontada como a maior conquista do povo brasileiro, exigindo a responsabilização estatal no reconhecimento do direito universal à saúde, como direito fundamental de todo indivíduo. Nesse contexto, o surgimento da Saúde Coletiva no âmbito do Sistema Único de Saúde representa oportunidade para o fortalecimento das redes de atenção nacionais. O presente ensaio trata sobre revisão da literatura que aborda o surgimento, desenvolvimento e a construção da identidade sanitarista no marco sanitário brasileiro. Como achego complementar, analisa-se a composição estrutural do Projeto Pedagógico do Curso de Graduação em Saúde Coletiva da Universidade Federal da Integração Latino-americana, com olhar especial aos módulos práticos interdisciplinares em saúde.

Downloads

Publicado

02-12-2020