Notas Sobre o Ensino Híbrido:

do Planejamento à Ação Docente

Autores

Resumo

O artigo apresenta resultados de uma pesquisa que objetivou analisar a percepção docente sobre seu fazer pedagógico combinando tecnologias digitais no processo de ensino e aprendizagem híbrido. O locus da pesquisa foi uma Universidade Comunitária de Santa Catarina, e foram adotados como principais referenciais teóricos: os saberes docentes (Tardif), a formação docente para uso de tecnologias (Belloni) e ensino híbrido (Moran; Bacich). A pesquisa pautou-se numa abordagem qualitativa, com base no estudo de caso. Os instrumentos de coleta de dados foram a pesquisa documental, a bibliográfica e o questionário. Os dados evidenciam que, para o desenvolvimento de uma disciplina no modelo híbrido, é necessário que o docente adquira um conjunto de saberes que vão muito além do conteúdo específico de sua área. O docente assinala a necessidade de um arcabouço de saberes - específicos, pedagógicos, tecnológicos e da experiência - para assim planejar sua ação docente.

Biografia do Autor

Rafael Arlindo Rosa, Universidade do Vale do Itajaí

Mestre em Educação (UFSC). Professor da Universidade do Vale do Itajaí.

Jeane Cristina de Oliveira Cardoso, Universidade do Vale do Itajaí

Doutoranda do Programa de Doutorado em Ciência Jurídica (UNIVALI). Mestre em Ciência Jurídica (UNIVALI). Professora da Universidade do Vale do Itajaí.

Simone Regina Dias, Universidade do Vale do Itajaí

Doutora em Letras (UFSC). Professora da Universidade do Vale do Itajaí.

Downloads

Publicado

30-04-2022