Transtorno do Espectro Autista na Educação Infantil: Práticas Pedagógicas

Autores

DOI:

https://doi.org/10.32915/pleiade.v15i33.634

Resumo

O Transtorno do Espectro Autista (TEA), tem sido foco de debates e discussões em vários âmbitos, inclusive o escolar. E entende-se que os professores enfrentam o desafio de trazer para esses espaços escolares práticas educativas, ações que realmente sejam relevantes e significativas para as crianças com autismo, pois são fundamentais para o seu desenvolvimento dentro e fora da sala de aula. Assim, é preciso compreender quais práticas pedagógicas os docentes podem trabalhar no seu dia a dia com essas crianças no âmbito escolar, contribuindo para uma educação integradora e inclusiva. Portanto, o estudo tem por objetivo descrever práticas e ações para o cotidiano escolar. O texto tem caráter qualitativo e descritivo, fundamentando-se por meio de consultas nas bases de conhecimento da Internet, livros e documentos oficiais. Assim, considerou-se a Educação Infantil, um momento oportuno para estimular as diversas habilidades e experiências das crianças com TEA, através da aplicação de ações pedagógicas, atividades psicomotoras e de novas estratégias pelos profissionais que ali atendem. Portanto é preciso que os profissionais busquem alternativas que estejam ao seu alcance para proporcionar uma educação de qualidade e de equidade a todos os alunos.

Biografia do Autor

Angélica Rocha de Sena, Prefeitura Municipal de Foz do Iguaçu.

Pedagoga. Especialista em Educação Infantil e Alfabetização, Educação Especial e Gestão Escolar. Professora da Educação Infantil da rede municipal de ensino de Foz do Iguaçu.

Downloads

Publicado

27-10-2021