Levantamento do Absenteísmo por Atestado Médico da Equipe de Enfermagem em um Hospital Público no ano de 2017

  • Ana Cristina da Silva Alves Acadêmica do curso de Psicologia do Centro Universitário União das Américas (Foz do Iguaçu, PR).
  • Juliana Spricigo Araujo Holler Acadêmica do curso de Psicologia do Centro Universitário União das Américas (Foz do Iguaçu, PR).
  • Susana Maria Carvalho Brasil de Moura Acadêmica do curso de Psicologia do Centro Universitário União das Américas (Foz do Iguaçu, PR).

Resumo

Este estudo trata do “Levantamento do absenteísmo por atestado médico da equipe de enfermagem em um Hospital Público no ano de 2017”. Tem como demandante/proponente a própria instituição hospitalar, em parceria com o Centro Universitário Uniamérica, através do curso de Psicologia, graduandos do Módulo de Processos Organizacionais e do Trabalho. De natureza quantitativa, realizado a partir do tratamento dos registros de faltas, foram coletados dados de 1.069 eventos. Para o cálculo do índice de absenteísmo, convencionou-se trabalhar com o total de horas de faltas, por trabalhador. Essas horas foram agrupadas, utilizando recursos de planilha eletrônica e evidenciadas a partir da ocupação, centro de custo, carga horária e turno. O estudo revelou índices de absenteísmo próximos entre os profissionais das diversas ocupações: técnicos em enfermagem, 3,9%; enfermeiros, 3,88%; auxiliares de enfermagem, 3,57%; e maqueiros, 1,55%. O índice geral ficou em 3,82%.
Publicado
04-10-2018