Avaliação do estado nutricional e perfil alimentar de alunos do ensino fundamental de uma escola municipal, localizada na região leste da cidade de Foz do Iguaçu –PR

  • Sandriny E. Castilho

Resumo

Introdução. A Educação Alimentar Nutricional dispõe-se a influenciar positivamente na formação de hábitos saudáveis de qualquer pessoa, em qualquer faixa etária, visado o reconhecimento de benefícios de uma alimentação sadia na Pré-escola, como forma de melhoria nas práticas alimentares dos escolares. Objetivo. Avaliar o perfil nutricional estudantes de uma escola da rede pública na cidade de Foz do Iguaçu – PR. Metodologia. Foram avaliadas 157 crianças do Ensino Fundamental I de uma escola municipal do município de Foz do Iguaçu (PR). Para as variáveis antropométricas foi aferido (peso e altura) e aplicado um questionário de 3 perguntas para avaliar o conhecimento dos alunos. A classificação do Índice de Massa Corporal (IMC) foi realizada a partir do cálculo do IMC por idade pela calculadora Antro Plus e a tabela de classificação da Organização Mundial de Saúde. Resultados. Das crianças avaliadas, 45,8% eram do sexo masculino e 54,2% do sexo feminino. A prevalência de obesidade entre os meninos foi maior do que das meninas (16,7% nos meninos e 3,52% nas meninas). As meninas apresentaram maior prevalência de eutrofia (67,05%) do que os meninos (54%). Independentemente do sexo, os alunos com maior índice de baixo peso se encontraram entre o 1° e 3° anos, e os alunos mais obesos se encontraram no 5° ano. Sobre o questionário, o percentual de crianças que conheciam os alimentos mais saudáveis foi de 54,4% e 45,6% não conheciam os alimentos. Conclusão. Conclui-se que a maioria dos alunos avaliados apresentaram eutrofia, porém devido casos de obesidade e baixo peso, é necessário que a escola realize ações de educação nutricional para melhorar esses índices.
Publicado
13-03-2020