Perfil nutricional de um grupo hiperdia de uma estratégia saúde da família de Santa Terezinha de Itaipu- PR

  • Josiane Martins Hanke

Resumo

Introdução. As doenças crônicas não transmissíveis são consideradas as principais causas de morbimortalidade no mundo, destacando a hipertensão arterial sistêmica e o diabetes mellitus.Tais doenças são consideradas problemas de saúde pública, pois o número de pessoas com essas patologias têm aumentado devido ao envelhecimento da população e à exposição a comportamentos que causam risco à saúde. Tais morbidades estão relacionadas ao excesso do consumo de alimentos com alto teor de sódio, gordura, e baixo teor fibras, além da falta de exercício físico. Objetivo. Apresentar o mapeamento do perfil nutricional dos hipertensos e diabéticos, participantes do grupo Hiperdia de uma Estratégia Saúde da Família da cidade de Santa Terezinha de Itaipu, Paraná. Metodologia. Foram entrevistados 100 indivíduos, onde se coletou dados de avaliação antropométrica, sóciodemográfica e aplicação de um questionário de frequência alimentar (QFA) aos mesmos. Resultados. Ambos os gêneros apresentaram Índice de Massa Corporal classificado em sobrepeso e obesidade para adulto e idoso, assim como a circunferência abdominal apresentou risco aumentado e risco muito aumentado. Quanto aos hábitos alimentares, houve a prevalência de consumo de carnes ricas em gordura, pouca ingestão de fibras, ingestão aumentada de sódio e açúcar, por meio de condimentos e alimentos industrializados. Conclusão.O estudo identificou elevada taxa de sobrepeso e obesidade entre os portadores de hipertensão arterial sistêmica e diabetes mellitus, além da classificação de risco para a circunferência abdominal, alto consumo de alimentos ultraprocessados elevando os riscos para doenças cardiovasculares.
Publicado
13-03-2020