Análise da adesão, aceitação e composição nutricional das refeições escolares que atendem crianças de 6 a 10 anos em escolas municipais da região leste do município de Foz do Iguaçu/PR

Autores

  • Lauanda Dal Molin de Almeida Lara

Resumo

Objetivos: Apresentar a avaliação da adesão, aceitação e composição nutricional das refeições oferecidas em escolas de Foz do Iguaçu/PR, comparando os resultados encontrados com os valores de referência propostos no Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE).Métodos: Estudo descritivo exploratório realizado por meio da avaliação de refeições servidas a 670 alunos de duas escolas públicas municipais de Foz do Iguaçu/PR ao longo de cinco dias consecutivos do mês de junho de 2019.Resultados: A adesão nas escolas 1 e 2 manteve-se abaixo do recomendado, com média de 28,8% e 40,6%, respectivamente. A aceitação mostrou-se adequada em dois dias apenas, em ambas as escolas, com maior índice para ‘polenta com carne moída e banana’. A composição de macronutrientes atingiu os valores de referência para a proteína (107,31%) na escola 1. Na escola 2, a adequação foi para a proteína (123,39%) e lipídeo (104,31%). Os micronutrientes, em ambas as escolas, 1 e 2, alcançaram os valores padrões somente para ferro (105,4% e 123,6%, respectivamente) e magnésio (110,6% e 113,6%, respectivamente).Conclusões: O estudo possibilitou verificar que os parâmetros do PNAE não estão sendo plenamente atendidos, uma vez que a adesão, a aceitação e a composição nutricional das refeições fornecidas aos estudantes, beneficiários do programa, apresentaram baixa adequação.

Downloads

Publicado

13-03-2020