AVALIAÇÃO DA OBEDIÊNCIA À DIETA ISENTA DE GLÚTEN EM PACIENTES PORTADORES DA DOENÇA CELÍACA EM FOZ DO IGUAÇU-PR

  • Marta P. da Silva Faculdade União das Américas.
  • Tatiana Fernandes Cardoso Faculdade União das Américas.

Resumo

A doença celíaca é definida como uma intolerância permanente ao glúten, fração protéica do trigo, aveia, cevada, centeio e malte que produz lesão na mucosa do intestino delgado, principalmente em sua parte proximal, levando à atrofia de vilosidades, hipertrofia e hiperplasia de cripta e conseqüentemente má absorção de nutrientes. A doença ocorre em indivíduos geneticamente predispostos. O tratamento da doença celíaca é basicamente dietético, ou seja, exclusão total do glúten da dieta por toda vida. A presente pesquisa teve por objetivo avaliar a obediência à dieta isenta de glúten dos pacientes portadores de doença celíaca de Foz do Iguaçu-PR. Foram avaliados 31 pacientes  no período de Julho a Agosto de 2009, de ambos os sexos, sendo crianças, adolescentes e adultos com idade entre 2 e 61 anos. De acordo com a pesquisa verificou-se que a faixa etária de maior obediência ocorreu entre os pacientes adolescentes com 50%, seguido dos adultos com 29% e crianças com 16,2% e 4,8% não foi possível verificar o grau de obediência através do registro alimentar de 3 dias.

Biografia do Autor

Marta P. da Silva, Faculdade União das Américas.
Graduanda do Curso de Nutrição da Faculdade União das Américas.
Tatiana Fernandes Cardoso, Faculdade União das Américas.
Profª. Esp. Faculdade União das Américas.