USO DE FIBRAS ALIMENTARES NA CONSTIPAÇÃO INTESTINAL CAUSADA POR ANTIDEPRESSIVOS

  • Isabella Cristiane Mª Augusto Faculdade União das Américas
  • Sonia Mª Bordin Faculdade União das Américas

Resumo

A depressão é uma doença crônica com probabilidade de recaída após alguns meses do episódio inicial principalmente quando não tratada ou se o uso de antidepressivos forem interrompidos, provavelmente pelos efeitos colaterais que provocam, entre os mais comuns a constipação intestinal, que é um sintoma complexo e multifatorial relacionado com uma evacuação não satisfatória com esforço e volumes reduzidos de fezes. O efeito primário da fibra alimentar na função intestinal devido  a capacidade de reter água e consequentemente aumentar o peso das fezes que leva estimulo da evacuação. A pesquisa foi realizada com 10 ratos Wistar de ambos os sexos pelo período de 3 meses dividido em 4 grupos, onde foi comprovado a constipação intestinal com o consumo de Cloridrato de Nortriptilina, o uso de fibras alimentares (aveia e linhaça) e o urucum como marcador intestinal. Ambas as fibras alimentares tiveram efeito positivo na aceleração do transito intestinal mesmo com o consumo do antidepressivo.

Biografia do Autor

Isabella Cristiane Mª Augusto, Faculdade União das Américas
Acadêmica do Curso de Nutrição da Faculdade União das Américas
Sonia Mª Bordin, Faculdade União das Américas
Profª. Drª. Faculdade União das Américas.