QUALIDADE DE VIDA E HÁBITOS ALIMENTARES DE PACIENTES SUBMETIDOS À CIRURGIA BARIÁTRICA

  • ELISA TAVARES Faculdade União das Américas - UNIAMÉRICA
  • Márcia Fernandes Nishiyama Faculdade União das Américas - UNIAMÉRICA

Resumo

A obesidade severa ou mórbida é uma doença grave e potencialmente mortal, um dosprincipais problemas de saúde pública na sociedade moderna. A cirurgia bariátrica é umaforma de tratamento cirúrgico para os indivíduos que atingem IMC maior que 40 kg/m2, ou 35kg/m2 associado à comorbidades, como a hipertensão arterial, o diabetes melito, dislipidemia,entre outras. O objetivo desse estudo é conhecer o nível de qualidade de vida dos pacientessubmetidos à cirurgia bariátrica e seus hábitos alimentares. Foi utilizado o Questionário deBAROS, que é um questionário específico para esse fim, e um questionário de FreqüênciaAlimentar, baseado no questionário de NAHAS (2001). A amostra foi composta de 49pacientes, com idade entre 23 e 73 anos, sendo 67% do sexo feminino, com um período depós-operatório compreendido entre 21 e 108 meses. Observou-se que a porcentagem de perdado excesso de peso foi de 75 a 100% para 71% dos pesquisados, 47% dos pesquisados tevetodas as maiores comorbidades resolvidas e o resultado final do questionário de BAROS foiexcelente para 55% e para 33% o resultado foi muito bom. Após análise dos dados, conclui-seque a qualidade de vida dos pesquisados teve grande melhora, em relação ao período anteriora cirurgia bariátrica. Porém os hábitos alimentares tiveram mudança positiva em poucospacientes.

Biografia do Autor

Márcia Fernandes Nishiyama, Faculdade União das Américas - UNIAMÉRICA
Profª MSc. Márcia Fernandes Nishiyama