Influência do treinamento aeróbico na hipertensão arterial

Autores

  • Marieli Primaz

Resumo

Introdução. A hipertensão arterial é definida com uma condição clínica multifatorial que caracterizada por elevados níveis da pressão arterial (PA). Estima-se que a hipertensão arterial atinge em torno de 15 a 35% da população brasileira, sendo que muitas dessas pessoas não sabem que são hipertensas. Atualmente tem-se observado que a realização do exercício físico aeróbico provoca alterações importantes na hemodinâmica do sistema cardiovascular. Entende-se que atividade física eleva o gasto calórico também possui os objetivos de melhorar a qualidade de vida, a saúde e também a aptidão física, a prática regular do exercício físico é bastante recomendada na literatura, comprovando a eficácia deste no controle dos níveis de pressão arterial em paciente hipertensos de grau leve e moderado, inclusive nos que se encontram sob tratamentos medicamentosos. Objetivo. Foi verificar a influência do exercício físico aeróbico no controle da hipertensão arterial. Metodologia. A pesquisa caracterizou-se, como estudo de casos observacional, quali&quanti com a prática de exercícios aeróbicos para pacientes portadores de hipertensão arterial. Foi utilizado um protocolo de atendimento aos pacientes. Inicialmente receberam a avaliação da variável idade para o cálculo de frequência cardíaca máxima. Na sequência foram submetidos ao teste de caminhada de 6 minutos. Antes e após cada sessão, com a aplicação do protocolo de atendimento, foram aferidas a pressão arterial e a frequência cardíaca. O público alvo foram pessoas de ambos os sexos, faixa etária entre 18 e 50 anos com diagnóstico de hipertensão arterial. Resultado. Obteve-se diminuição da hipertensão dos pacientes em ambos os gêneros. Para as mulheres, foi de 48mmHg e 31mmHg nas pressões sistólicas e diastólica, respectivamente. Para os homens, o resultado foi 44mmHg e 24mmHg. Os atendimentos também promoveram a diminuição média da frequência cardíaca de 116,85 para 96,95, com uma redução média de 19,9 batimentos por minuto. Conclusão. Conclui-se que sessões de exercícios aeróbicos de médio impacto, acompanhados pelo profissional de Fisioterapia, impactam positivamente na redução da hipertensão arterial e frequência cardíaca como também na melhoria da saúde geral do paciente.

Downloads

Publicado

11-03-2020